Coloque seu e-mail para receber atualizações, artigos e dicas!

Relacionamento abusivo - Você sabe reconhecer?




Falar de relacionamento abusivo não é algo fácil. A maioria das pessoas não conseguem reconhecer quando estão nesta situação. Estão caracterizados por controle, ciúmes, ter o outro como posse, jogos emocionais, violência, dentre outros... Passa muito desapercebido como uma demonstração de carinho, zelo, cuidado e daí fica fácil ir sendo anulada (o) aos poucos. Engana-se quem pensa que somente mulheres sofrem com relacionamento abusivos... Homens também podem se encontrar nesta situação, porém não podemos negar que o histórico de violência à mulher e o machismo comum na nossa sociedade torna as mulheres os maiores alvos!


Faz parte do imaginário social entender que a violência contra a mulher só é caracterizada quando parte para o físico. Porém essa conclusão está errada! A lei Maria da Penha  (11340/06) diz que:


'Art. 7o São formas de violência doméstica e familiar contra a mulher, entre outras:

I ­ a violência física, entendida como qualquer conduta que ofenda sua integridade ou saúde corporal;
II ­ a violência psicológica, entendida como qualquer conduta que lhe cause dano emocional e diminuição da auto­estima ou que lhe prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, vigilância constante, perseguição contumaz, insulto, chantagem, ridicularização, exploração e limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que lhe cause prejuízo à saúde psicológica e à autodeterminação;
III ­ a violência sexual, entendida como qualquer conduta que a constranja a presenciar, a manter ou a participar de relação sexual não desejada, mediante intimidação, ameaça, coação ou uso da força; que a induza a comercializar ou a utilizar, de qualquer modo, a sua sexualidade, que a impeça de usar qualquer método contraceptivo ou que a force ao matrimônio, à gravidez, ao aborto ou à prostituição, mediante coação, chantagem, suborno ou manipulação; ou que limite ou anule o exercício de seus direitos sexuais e reprodutivos;
IV ­ a violência patrimonial, entendida como qualquer conduta que configure retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos, incluindo os destinados a satisfazer suas necessidades;
V ­ a violência moral, entendida como qualquer conduta que configure calúnia, difamação ou injúria.'



É difícil se recuperar de um relacionamento abusivo, tenha sido ele caracterizado por qualquer tipo de violência citada a cima. Muitas vezes essas mulheres sentem-se envergonhadas e culpadas quando percebem sua realidade. 

Vencer a barreira não é fácil, mas se é a sua situação, sinta-se abraçada e acolhida! E, acredite, você tem força e é capaz!

Mais Recentes
Anterior
Próximo Post »
0 Comentario