Coloque seu e-mail para receber atualizações, artigos e dicas!

Ansiedade: vilã ou mocinha?!


Quem nunca sentiu ansiedade em algum momento da vida?! O que nomeamos como 'ansiedade', na verdade, é um conjunto de sensações e sentimentos que podem ser benéficos ou não. A ansiedade estimula a pessoa a entrar em ação, porém, em excesso, torna-se patológico. Pode ser gerada por uma percepção de algo real ou imaginado.

Segundo Perls (1977), a ansiedade é uma excitação que carregamos e que se torna parada quando não sabemos como agir em determinada situação.

Quais são os maiores sintomas do transtorno de ansiedade?

1 - Medo de falar em público
2 - Fobia social
3 - Preocupações exageradas
4 - Falta de controle sobre pensamentos
5 - Medo persistente após uma situação difícil

Mas calma... Nem todos que sentem-se ansiosos estão em um quadro deste transtorno. Vale ressaltar também que o transtorno de ansiedade pode ser tratado com psicoterapia.

De acordo com Ribeiro (1985 apud Frota 2013), a gestalt-terapia vê a pessoa como um todo e observa o comportamento dentro de um campo onde ocorre a relação. Assim, entende-se que o desenvolvimento humano se dá através do processo de ajustamento criativo constante.

Por que sentimos no corpo os sintomas da ansiedade?
A emoção acontece no corpo e produz descargas hormonais, por isso sentimos o coração acelerar, falta de ar, sudorese... corpo e mente em harmonia!

Quando a pessoa está num quadro ansioso trata-se de uma neurose instalada, ou seja, a tentativa de utilizar uma mesma solução para problemas de ordem diferente. Assim, acontece uma cristalização e falta esse ajustamento criativo.

Portanto, a ansiedade não deve ser considerada a grande vilã da atualidade. Cada um deve adaptar-se ao seu próprio tempo e ritmo, sem cobranças excessivas e buscando formas criativas de lidar com os medos e anseios comuns a grande maioria de nós, pobres mortais. 

Pare, respire, analise a situação, pense em ações possíveis... e, se nada puder ser feito, aceite que não temos o controle de tudo.


bibliografia:
FROTA, Flávia F. A visão da Ansiedade Generalizada na Abordagem Gestáltica. Disponível em: <http://psicologado.com/psicopatologia/transtornos-psiquicos/a-visao-da-ansiedade-generalizada-na-abordagem-gestaltica> Acesso em: 12/08/2015.
PERLS, Frederick S. Gestalt-terapia explicada. São Paulo: Summus, 1977.

Proxima
« Anterior
Anterior
Próximo Post »
0 Comentario